All for Joomla All for Webmasters

A Pedra do Reino

No próximo dia 12 de junho, a TV Globo estréia A Pedra do Reino, romance do escritor Ariano Suassuna filmado por Luiz Fernando Carvalho no sertão da Paraíba. No próximo dia 12 de junho, a TV Globo estréia A Pedra do Reino, romance do escritor Ariano Suassuna filmado por Luiz Fernando Carvalho no sertão da Paraíba. A microssérie, uma produção da TV Globo com co-produção executiva da Academia de Filmes, será exibida em cinco capítulos, dando início ao Quadrante, projeto que, através da adaptação de obras literárias, vai fazer uma grande caminhada pelos estados brasileiros para contar o país, com talentos locais.

No dia 12, terça-feira, a microssérie vai ao ar logo após o Casseta&Planeta; na quarta, será exibida após o Futebol; na quinta, após A Grande Família; e na sexta, após o Globo Repórter. No sábado, o último capítulo vai ao ar logo depois da novela Paraíso Tropical.

———————————————————————————————————————————-

Nobres Senhores e belas Damas de peitos brandos,
O que segue nessas folhas é um relato da saga sertaneja vivida por uma trupe que se permite imaginar e fazer de seus sonhos realidade.

Nos meses finais de 2006, Luiz Fernando Carvalho filmou A Pedra do Reino, da obra de Ariano Suassuna, escritor paraibano que completará 80 anos no dia 16 de junho de 2007. A minissérie, uma produção da TV Globo com co-produção executiva da Academia de Filmes, será exibida em cinco capítulos a partir de 12 de junho, dando início ao Quadrante, projeto criado pelo diretor.

É uma espécie de caravana que estou propondo para que a gente conheça um país – que, no meu modo de sentir, é muitas vezes desperdiçado em função de uma visão centralizadora do eixo Rio-São Paulo. Como artista, senti a necessidade de percorrer esses espaços que formam a infinita brasilidade tentando vivenciá-la através dos encontros com os talentos locais. Esta é a minha alegria maior neste trabalho: me entregar ao mistério desses tantos encontros com as literaturas de autores de diferentes estados e os talentos locais.
(Luiz Fernando Carvalho)

As quatro primeiras obras que serão realizadas pelo Quadrante são: A Pedra do Reino, de Ariano Suassuna (PB); Capitu, a partir de “Dom Casmurro”, de Machado de Assis (RJ); Dançar Tango em Porto Alegre, de Sérgio Faraco (RS); e Dois Irmãos, de Miltom Hatoum (AM).

Para filmar A Pedra do Reino, com roteiro de Braulio Tavares, Luís Alberto de Abreu e Luiz Fernando Carvalho, uma grande estrutura foi armada em Taperoá, no sertão da Paraíba, cidade onde Ariano passou sua primeira-infância e que ambienta sua literatura. Um complexo trabalho de produção – realizado pela produtora paulista Academia de Filmes e apoiado pela pernambucana Urso Filmes – permitiu que mais de cem pessoas se instalassem em Taperoá por três meses; que uma cidade cenográfica de dois mil metros quadrados fosse montada; e que os ateliês de criação funcionassem a pleno vapor com talentos garimpados na própria cidade e arredores – atores, artistas plásticos, bordadeiras, costureiras, artesãos e marceneiros.

Mais de 50 atores nordestinos foram escolhidos para que Quaderna pudesse contar suas memórias e aventuras. O “Romance d’A Pedra do Reino” é narrado por esse herói sertanejo que pretende escrever uma magnífica obra literária para ser eleito o Grande Gênio da Raça. O enredo central de sua epopéia são os estranhos acontecimentos ocorridos com sua família – como a misteriosa morte de seu padrinho Dom Pedro Sebastião – e seus antepassados – como o sangrento ritual de fanatismo sebastianista promovido na Pedra do Reino, por seu bisavô, Dom João Ferreira Quaderna, o Execrável.

Que o Sol do Sertão alumie vossos corações e mentes,
Camila Azevedo.

taperoa.com
Globo – Camila Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top