All for Joomla All for Webmasters

Ainda continua o duelo entre Socorro e Jurandi

Durante toda a tarde de ontem o Fórum de Taperoá esteve movimentado. Era o dia marcado para a audiência de instrução e julgamento da ação Nº 25446 – AIJE – AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL , em que aparecem como partes Maria do Socorro Dias Toledo de Farias de um lado como investigante e, segundo informações da página http://www.tse.jus.br/servicos-judiciais/acompanhamento-processual-push, Jurandi Gouveia de Farias, Francisco Antonio da Silva Filho (Junior de Preto), Sandro Jardel Pompeu de Brito e Deoclécio Moura Filho, cno investigados. Sendo que os quatro primeiros permaneceram na sala de audiências, acompanhados por seus advogados, até o fim da sessão que foi suspensa e remarcada para o dia 02 de abril, ocasião em que serão ouvidas as demais testemunhas da defesa.

Ainda segundo as informações da página oficial do TSE, o assunto da referida ação (AIJE) é definido como sendo uma “ação de investigação judicial eleitoral – abuso – de poder de econômico – de poder político / autoridade – pedido de cassação de registro – pedido de cassação de diploma – pedido de declaração de inelegibilidade.”

De acordo com a informações obtidas no lugar, alguns advogados dispensaram testemunhas, outras testemunhas não vieram e outras ainda não foram ouvidas. O adiantado da hora teria sido o motivo da suspensão da audiência. A população permaneceu aglomerada na frente do fórum aguardando as notícias, durante todo o tempo em que a audiência se desenrolava. Ouvindo a advogada Thayse Vilar que, mesmo não sendo parte nem advogada nesse processo, permaneceu dentro da sala de audiências, assim nos disse: “ o direito material (que é o assunto de que trata a ação) estará, de agora em diante, ao meu ver, atrelado diretamente à perícia dos advogados de ambas as partes.”

confira algumas imagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top