All for Joomla All for Webmasters

Artesanato em cerâmica da Paraíba

Artesanato em cerâmica da Paraíba será modelo no País

Consultores nacionais do Sebrae visitam ceramistas, até amanhã, nos municípios de Cajazeiras, Maturéia e Serra Branca e avaliam ações que servirão de modelo para implantação de projetos em outras cidades que trabalham a tipologia no Brasil. Estado participa, em São Paulo, de congresso da Associação Brasileira de Cerâmica Artística, que reuniu mais de 300 participantes da América Latina. Artesanato em cerâmica da Paraíba será modelo no País

Consultores nacionais do Sebrae visitam ceramistas, até amanhã, nos municípios de Cajazeiras, Maturéia e Serra Branca e avaliam ações que servirão de modelo para implantação de projetos em outras cidades que trabalham a tipologia no Brasil. Estado participa, em São Paulo, de congresso da Associação Brasileira de Cerâmica Artística, que reuniu mais de 300 participantes da América Latina.

Uma caravana do Sebrae Nacional está na Paraíba para conhecer os trabalhos desenvolvidos no segmento da tipologia do artesanato da cerâmica no estado. Durante a visita, os consultores visitam três municípios atendidos pelo ‘Projeto Artesanato da Cerâmica no Semi-Árido’, desenvolvido pelo Sebrae-PB.

De acordo com a técnica do Sebrae, Socorro Oliveira, a previsão é de que as ações do estado sirvam de modelo para a implantação de projetos em outras localidades que trabalham a tipologia no país. O grupo permanece na Paraíba até amanhã participando de reunião com ceramistas dos municípios de Cajazeiras, Maturéia e Serra Branca.

Marielza Rodrigues, gestora da Unidade de Artesanato do Sebrae Paraíba, afirmou que o projeto do artesanato nacional este ano entra em uma nova etapa. "Inicialmente trabalhamos a base das tipologias do artesanato".

Agora, em ações programadas até o início do ano de 2011, efetivaremos o artesanato como um negócio. Começamos com um estudo de mercado, que está verificando compradores, como direcionar a produção, e elaboramos projetos pilotos das tipologias do artesanato para serem aplicados em determinadas áreas e servirem de modelos para o resto do Brasil", comenta.

Ela acrescentou que o projeto de bordado do estado do Rio Grande do Norte já está funcionando como projeto piloto para as demais unidades do país, com isso, o projeto da cerâmica da Paraíba seguindo os mesmos rumos.

Atendendo a uma das tipologias do artesanato de maior expressão, o projeto desenvolvido pelo Sebrae e instituições parceiras estimula a produção da cerâmica e a organização dos artesãos. Por meio da iniciativa, os artesãos recebem informações sobre associativismo, gestão, qualidade dos produtos e ações que visam a geração de negócios sustentáveis.

Além dessas atividades, os artesãos contam com uma estrutura de busca do barateamento dos custos com a compra da lenha, investimentos de estruturação das unidades produtoras e a orientação ecologicamente responsável da exploração das jazidas de barro. O ‘Projeto Artesanato da Cerâmica no Semi-Árido’ atende a mais de 60 artesãos nas regiões pólo de Cajazeiras, Vale do Piranhas/Rio do Peixe, Vale do Piancó, Vale do Sabugi/Espinharas, Serrra do Teixeira e Cariri.

Programa impulsiona atividade no estado

O surgimento do programa A Paraíba em Suas Mãos, parceria entre o Governo do Estado e Sebrae, impulsionou ainda mais a prática da cerâmica na Paraíba. A aplicação de cursos ajudou as artesãs a agregar novos elementos e formas às peças de barro. Por outro lado, elas receberam apoio para participar de feiras de negócios e salões de artesanato em todo o País, divulgando o seu trabalho e fortalecendo a renda familiar.

Os resultados das ações do programa podem ser traduzidos em vendas e reconhecimento. São vários os encontros e feiras de artesanato em que os profissionais paraibanos participam, além de negócios que são fechados nos próprios negócios.

As artesãs Maria José Rodrigues, Eunice Braz e Jane Maria de Souza, pertencentes à Associação dos Artesãos do Cariri Ocidental, são exemplos. Anos atrás, receberam os três primeiros prêmios do 1º Salão Paranaense de Cerâmica Popular, promovido pelo Governo do estado do Paraná.

A artesã Maria José Rodrigues conquistou o 1º lugar na categoria decorativa, com a peça Simplesmente Mulher, recebendo R$ 3 mil. Não é a primeira vez, inclusive, que ela percorre eventos Brasil afora."Não esperava ganhar o prêmio do Salão Paranaense de Artesanato. Foi maravilhoso, nunca tinha ganho nada, nem em sorteio", conta.

RECUPERAÇÃO

Anos atrás, os depoimentos das ceramistas do Cariri paraibano, mostravam que a fabricação de peças de barro se tornou uma atividade inviável, que pouco a pouco estava acabando, junto com parte da história daquele povo. Essa difícil realidade começou a mudar em 2000, quando as louceiras passaram a trabalhar de forma associativa, encontrando na educação a ferramenta principal para reativar a tradição da cerâmica, repassada há mais de 100 anos de geração para geração. Recuperar a prática da atividade e a estima das ceramistas, não foi tarefa fácil. Quando foi iniciado o trabalho, com a implantação do Pacto Novo Cariri, perceberam que poderia se gerar desenvolvimento local sustentável a partir do artesanato. Contudo, isso não foi assimilado por todos e houve dificuldades. No entanto, essa falta de assimilação não impediu a busca pela reativação da tradição da cerâmica.

As ceramistas foram estimuladas a investir no associativismo para mostrar que juntas e organizadas poderiam tornar a atividade reconhecida e gerar renda. O resultado foi surpreendente: o grupo que começou com apenas quatro ceramistas conta, hoje, com dezenas. Além disso, as crianças estão aprendendo desde cedo a arte de fabricar as tradicionais panelas de barro e também outras peças decorativas, como bonecas, animais e imagens.

"Paraíba em Suas Mãos" presente em congresso de SP

O Programa A Paraíba em Suas Mãos participou, nas instalações do Senai, de São Bernardo do Campo, em São Paulo, do Congresso Nacional de Técnicas para a Arte do Fogo – Contaf 2008. O evento ocorrido entre os dias 6 e 8 últimos foi realizado pela Comissão de Cerâmica Artística da Associação Brasileira de Cerâmica Artística reuniu mais de 300 artistas plásticos, designers e ceramistas de alta expressão nacional, além de pesquisadores e profissionais de escolas de arte em cerâmica de todo o Brasil e de alguns países latino-americanos.

Para este evento, o Programa de Artesanato da Paraíba foi convidado para participar de dois momentos distintos. O primeiro deles, foi apresentar uma palestra sobre as Louceiras da Paraíba, ministrada pela professora Rosa Tânia Barbosa de Menezes, consultora técnica e assessora especial do Programa, onde ela expôs uma síntese do programa A Paraíba em Suas Mãos, diretrizes de atuação e principais resultados alcançados.

A exposição constou também de um registro fotográfico das peças produzidas pelos diversos municípios, pólos produtores de cerâmica, acompanhado de um relato da história e tradição das louceiras, perfil e resgate das técnicas primitivas de manuseio, coleta de material e cozimento. Também foi enfatizada por Rosa Tânia, a forma de escoamento para promoção e vendas desses produtos através dos eventos e feiras viabilizados por iniciativa do programa A Paraíba em Suas Mãos.

A explanação foi complementada com um vídeo contendo depoimentos das louceiras narrando o cotidiano de trabalho e contando como se deu o repasse de sua arte com seus antepassados.

A palestra e a apresentação causaram grande impacto entre os presentes, motivando um grande demanda de pedidos de informações e de material documental, além de catálogos sobre o artesanato paraibano.

Ceramista paraibana promove oficina livre

O segundo momento da participação do programa A Paraíba em Suas Mãos no Contaf 2008 foi a realização de uma oficina livre ministrada pela ceramista e louceira Maria José Rodrigues Pereira, integrante da ARCA-Associação dos Artesãos do Cariri Ocidental, do município de Serra Branca, sendo bastante solicitada para contatos e encomendas posteriores. Segundo a artesã Maria José Rodrigues, foi uma grande oportunidade que o Programa lhe deu para ensinar sua arte para uma platéia bastante numerosa e interessada em conhecer a cerâmica artística paraibana. A referida artesã através do programa A Paraíba em Suas Mãos já ganhou vários prêmios, inclusive nacionais, para a ARCA.

Sessão Especial homenageia artista plástico na 2ª feira

Na próxima segunda-feira, dia 19 de maio, o Conselho Estadual de Cultura, realiza uma Sessão Especial pública, em homenagem ao Dia do Artista Plástico, comemorado no ultimo dia 8 de maio. A Sessão ocorrerá no Auditório da Fundação Casa de José Américo, localizada na Av.Cabo Branco, a partir das 15 horas.

A iniciativa é da Secretaria de Educação e Cultura e Subsecretaria Executiva de Cultura, no sentido de dinamizar a atuação do Colegiado e de aproximá-lo cada vez mais da sociedade e do movimento cultural, estimulando maior participação do órgão no planejamento, na execução e no acompanhamento da ação cultural do Governo. Nesta oportunidade, integra a parceria com a Associart na programação do Festival do Audiovisual da Paraíba.

Artistas plásticos de todo o Estado estão sendo convidados a participar da sessão; já confirmaram presença, entre outros, Flávio Tavares, Clóvis Junior, Diógenes Chaves, Fred Svendsen, Miguel dos Santos, Lúcia França. Os artistas serão saudados pela conselheira Ana Adelaide Peixoto Tavares, e Waldemar J. Solha é o convidado para falar em nome dos artistas.

taperoa.com
União

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top