All for Joomla All for Webmasters

Câmara Municipal de Taperoá tem sessão tranquila na volta do recesso.

Nesta sexta feira dia 13 de agosto aconteceu a primeira sessão ordinária da Câmara Municipal de Taperoá depois do recesso junino, na pauta quatro projetos e alguns requerimentos tratando de temas diversos:

Projeto de Lei n° 24/2010 – visa a regularizar a situação dos terrenos do Conjunto da Solidariedade, de autoria do Poder Executivo Municipal;

Projeto de Lei n° 25/2010 – dispõe sobre abertura de Credito Especial ao Orçamento Vigente e dá outras providências de autoria Poder Executivo Municipal;

Projeto de Lei n° 26/2010 – obriga o poder Executivo Municipal a disponibilizar banheiros químicos nos eventos públicos realizados sob sua responsabilidade no município de autoria do Vereador Sandro Brito (PT);

Projeto de Lei n° 27 – torna obrigatória a coleta seletiva de lixo nos órgãos, empresas e entidades públicas vinculadas aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do Município de Taperoá – PB de autoria do Vereador Sandro Brito;

Requerimento n° 16/2010 – solicita que o poder executivo municipal realize a coleta de lixo na zona rural do Município de autoria do vereador Sandro Brito;

Requerimento verbal – Solicitando que a Prefeitura Municipal doe um espaço no mercado Público para a Associação dos Artesãos de autoria da vereadora Maria Sileide Barreto (PSDB);

Requerimento verbal – solicitando que seja requerido do executivo municipal o valor gasto individualmente na reforma de escolas da rede municipal de autoria da vereadora Maria Sileide Barreto;

O vereador José Humberto de Souza solicitou licença, sem remuneração, sendo o prazo máximo de 90 dias, para tratar de questões de ordem pessoal.

Todos foram aprovados pela unanimidade dos presentes a exceção do projeto de lei n° 25/2010 que recebeu votos contrários da vereadora Maria Sileide e do vereador Sandro Brito.

Ainda ao final da sessão os edis trataram da criação de um Grupo de Trabalho para acompanhar a questão dos empréstimos consignados, conforme proposto durante a audiência pública do último dia 04.

 

Da redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top