All for Joomla All for Webmasters

Caminhada contra exploração.

Caminhada contra exploração sexual infanto-juvenil em Taperoá.

A Secretaria Municipal de Bem Estar Social do município de Taperoá, em parceria com o Programa governamental Sentinela realizaram na manhã de quinta-feira (18), a 1ª Caminhada pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Caminhada contra exploração sexual infanto-juvenil em Taperoá.

A Secretaria Municipal de Bem Estar Social do município de Taperoá, em parceria com o Programa governamental Sentinela realizaram na manhã de quinta-feira (18), a 1ª Caminhada pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O objetivo da manifestação foi sensibilizar a sociedade para o enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes.

A Caminhada saiu do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e percorreu as principais ruas da cidade. Durante o trajeto foram distribuídos panfletos, apresentação de vários cartazes e faixas, conscientizando a população sobre essa temática. Ao final da concentração foi servido um café da manhã para todos os participantes.

A Secretária de Bem Estar Social, Valdete Sobral do Nascimento, disse que a caminhada foi uma iniciativa do Programa Sentinela, sob a coordenação de Francisco Camilo Filho, Maria Rosa Andrade Vilar e Hisabel Queiroz Vilar à Secretaria e que visa conscientizar as pessoas para a violência sexual e mobilizar a sociedade para a prevenção e enfrentamento desta violação dos direitos de meninos, meninas e adolescentes.

Segundo o coordenador do Programa Sentinela, Francisco Filho, “Essa caminhada superou as nossas expectativas, pois o número de pessoas foi acima do que esperávamos, desse jeito vamos conscientizando a população contra esse mal”, comentou.

Participaram da Caminhada, que iniciou às 8 h, alunos das redes municipal e estadual de ensino e escolas particulares, associações comunitárias, Pastoral da Criança, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do adolescente, Grupo da Menor Idade, vereadores, secretários municipais e toda a sociedade. A concentração contou ainda com o apoio dos Programas Federais PAIF (Programa de Atenção Integral à Família), PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) e do Agente Jovem.

Origem da Data:

18 de maio passou a ser o Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual e Exploração de Crianças e Adolescentes, no Brasil, a partir da Lei Federal 9.970/00. Essa data foi escolhida em homenagem à pequena Araceli Sanches, 8 anos, que foi drogada, estuprada e assassinada por dois membros de influentes famílias da alta sociedade de Vitória, espírito Santo. Os culpados não foram punidos, e contaram ainda com o silêncio da sociedade local.

 

Fonte: Wlaquiria rufino
taperoa.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top