All for Joomla All for Webmasters

Dia do Mototaxista’ é aprovado pela Câmara

A vereadora Maria Sileide (PSDB) conseguiu a aprovação de seu projeto de Lei que cria o dia do mototaxista no município de Taperoá na sessão realizada na última sexta-feira, 29.

A proposta da parlamentar já tinha sido apresentada duas semanas antes ao Legislativo, mas um de seus colegas considerou relevante a Casa Corsino de Farias Souza fazer uma análise mais detalhada.

No encontro da semana passada, os mototaxistas tiveram o valor de seus serviços prestados para pouco mais de 15 mil taperoaenes na homenagem que a vereadora fez ao criar uma data específica para comemorar os profissionais que ganham a vida sobre duas rodas.

A partir deste ano de 2011, todo dia 30 de abril, e não mais 25 como chegou ainda a ser cogitado, será dedicado aos cerca de 50 mototaxistas que atuam já algum tempo na cidade e que vêm desde então contribuindo com o crescimento econômico e com a comodidade dos moradores do município, localizado no cariri paraibano.

O vereador Salomão Marinho (PSB) comentou sobre a medida da colega depois que o presidente da Câmara, Sandro Brito (PT), abriu os microfones para os pronunciamentos.

O parlamentar elogiou a inciativa de Maria Sileide e acrescentou que chega a considerar os mototaxistas como parte da família dele já que confia aos profissionais o deslocamento do casal de filhos para as escolas, bem como para outras localidades.

Foi o crescimento da atividade, a importância cada vez maior do profissional no cotidiano das cidades e a influência em setores da economia, que fez com que Maria Sileide tivesse a idéia de instituir 30 de abril como a data oficial para os condutores de motos do município que as usam como principal ferramenta de trabalho.

No entanto, a vereadora não quer somente que os condutores de passageiros em motocicletas não tenham apenas dia especial, mas que também possam ser contemplados com outras medidas que já são pretendidas por Maria Sileide, como o reconhecimento legal da categoria, por exemplo, para que assim tenham acesso a direitos como a aposentadoria, ou cobertura em caso de acidentes com vítima fatal ou não.

“É muito importante que os mototaxistas se regularizem para que possam ter direitos garantidos, como aposentadoria e cobertura em casos de acidentes”, defende Sileide.

A atitude da vereadora agradou a Paulo Gabriel, de 49 anos, que elogiou a proposta da única mulher no Parlamento taperoaense de criar o dia do mototaxista.

“É muito importante o que Sileide está fazendo por nós, pois nos evidencia e chama a atenção tanto dos meus colegas como do poder público para a necessidade de organização dessa nova classe de trabalhadores que aumenta a cada dia”, destacou Paulo, que é funcionário da Prefeitua e decidiu há quatro anos trabalhar sob duas rodas para complementar a renda da família formada por cinco pessoas.

O mototaxista contou, ainda, que faz viagens dentro e fora do município e que o preço para corridas no perímetro urbano é de apenas R$ 2, já para localidades mais distantes o valor sofre variações entre R$ 10 e R$ 30, visto que os serviços são feitos também para cidades vizinhas como Assunção, Juazeirinho, Livramento, Desterro, entre outras.

 

taperoa.com
Com Ascom/Câmara de Taperoá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top