All for Joomla All for Webmasters

Documentário sobre Taperoá

Como se conta uma estória? É o que você vai conferir com Gilvan Vilar no documentário Taperoá, Há Vida na Terra do Imaginário

Documentário sobre Taperoá será lançado em Campina Grande nesta sexta-feira

O vídeo-documentário sobre a cidade de Taperoá, que tem o título ‘Taperoá, Há Vida na Terra do Imaginário’, será lançado nesta sexta-feira às 14h no Teatro Rosil Cavalcanti localizado no centro de Campina Grande.

O vídeo é uma produção de estudantes de jornalismo da Universidade Estadual da Paraíba em parceria com a Prefeitura Municipal. Os alunos chegaram ao município no começo de junho e durante cinco dias filmaram moradores e pontos turísticos de Taperoá.

O tempo em que estiveram na cidade entre pré-produção e produção, a equipe teve alimentação, dormitório, veículos, e a companhia integral de dois funcionários da Prefeitura, à disposição. Todo o serviço prestado aos estudantes foi uma cortesia do prefeito Deoclécio Moura.

“O apoio do prefeito Deoclécio Moura foi fundamental para que nós pudéssemos executar as filmagens do documentário durante os cinco dias em que estivemos na cidade, isso facilitou muito o nosso trabalho e ficamos, eu e os meus colegas de equipe muito satisfeitos com a colaboração de todos, desde a cozinheira da Casa de Apoio, sempre muito gentil, até ao gestor que se apresentou bastante solícito”, destacou Raíza Mendes, uma das alunas da UEPb.

O vídeo documentário é um trabalho acadêmico da disciplina ‘jornalismo especializado’ licenciada pela professora Gisele Sampaio. Taperoá, que concorria com as cidades pernambucanas Gravatá e Garanhuns, foi a escolhida pelos alunos para ser o objeto das filmagens para o documentário que será exibido no 6º Seminário “Os festejos juninos no contexto da Folkcomunicação e da Cultura Popular”, que neste ano abordará o tema “Folkcomunicação, Educação e Cultura Popular”.

O Seminário, que é promovido pelo Departamento de Comunicação Social da Universidade Estadual da Paraíba, acontecerá entre os dias 18 e 20 de junho, no teatro Rosil Cavalcanti, em Campina Grande.

Segundo os estudantes da UEPb, haverá também uma amostra do vídeo documentário em Taperoá com data ainda a ser marcada pela equipe de filmagem e pela Prefeitura.

“É muito importante não apenas para nós, mas também para a população, que nos recebeu com tanto carinho, que exibamos o filme na cidade, isso também é uma forma de agradecer às pessoas, que tão gentilmente deixaram ser filmadas, e aos moradores tão hospitaleiros. A cidade ganha muito com isso em ser tão receptiva”, enfatizou Marcelo Henrique, integrante da equipe.

Várias pessoas que se destacam na cidade por alguma atividade que exerçam, como três dos comerciantes mais antigos de Taperoá, Francisco Queiroz, Antônio Pereira e Gilvan Vilar, foram filmadas.

Outros temas taperoaenses também são abordados no documentário, como a cultura local, que põe o município em destaque nacional através da literatura marcante do escritor Ariano Suassuna, e da dança exuberante do grupo de cultura Os Cariris, que existe há 21 anos e tem no currículo inúmeras apresentações pelo país e pelo exterior.

Há seis anos presidido pelo casal Claudete e Iranildo Morais, o grupo de dança folclórica continua encantando a quem tem, já teve, e por sorte um dia terá o privilégio de conferir a atuação sempre majestosa.

taperoa.com
Assessoria de Imprensa da Prefeira Municipal de Taperoá
Jandro Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top