All for Joomla All for Webmasters

Eleições 2008

Tribunal Regional Eleitoral (TRE) gastará R$ 6 milhões com eleições, garantindo que não usará serviços terceirizados. Paraíba terá urna biométrica nas eleições de 2010. Tribunal Regional Eleitoral (TRE) gastará R$ 6 milhões com eleições, garantindo que não usará serviços terceirizados. Paraíba terá urna biométrica nas eleições de 2010.

O Tribunal Regional Eleitoral do Estado da Paraíba divulgou na manhã desta sexta-feira (18) durante coletiva com a imprensa que as eleições 2008 será organizada apenas através de um processo integrado de toda a justiça eleitoral, sem a necessidade de serviços terceirizados, o que custará aos cofres públicos algo em torno de 6 milhão, dois a menos que no último pleito.

A previsão do Tribunal é ainda que o resultado das eleições nos 223 municípios do estado seja divulgado até a meia noite.

Outra novidade lançada durante a coletiva foi à criação da urna biométrica, que terá condições de identificar as digitais dos dez dedos. O processo já está pronto, no entanto só poderá ser posto em prática nas eleições 2010.

Conforme o presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, Nilo Ramalho, a maior preocupação do TRE nessas eleições é mostrar que a eleição éuma festa cívica e de cidadania, sem a necessidade de tumultos.

“O Tribunal vai mostrar ao eleitor que ele poderá votar com tranqüilidade e independência”, falou.

Entre as novidades está a simplificação do trabalho, já que o tribunal trabalhará com transparência, um maior desenvolvimento tecnológico, e a informatização avançada.

“Aqui nós não fazemos nada para que fique fora do conhecimento do povo”, esclareceu Nilo.

Além do presidente do TRE, participaram ainda da coletiva o Corregedor eleitoral João Benedito, e Enésio Moreno, Secretário Geral do órgão

Comitês Financeiros

O Corregedor João Benedito revelou também, que ainda hoje, os juízes eleitorais irão se reunir para discutirem a realização de uma reunião com a finalidade de reunir os representantes dos partidos de cada comitê financeiro para esclarecer o que pode e o que não pode ser feito.

“Estamos pretendendo reunir todos os responsáveis pelo comitê, para explicar o que pode e o que não pode, e os candidatos não venham reclamar depois”, disse.

O objetivo da reunião é fazer com que se evite um trabalho maior depois, com reclamações de pessoas, que por ventura realizem ações irregulares no tocante aos gastos com as eleições e à prestações de contas.

Segurança

O TRE  também informou que não está trabalhando coma hipótese de convocar as forças armadas, no pleito 2008.

“Nós esperamos que tudo ocorra com tranqüilidade, no entanto, onde há aglomeração de populares, existe a necessidade de policiamento”, falou Nilo ramalho.

Caso no decorrer do pleito, haja a necessidade da convocação de policiamento ostensivo, o TRE não descarta a possibilidade de tomar as devidas providencias.

taperoa.com
ClickPB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top