All for Joomla All for Webmasters

Inclusão de nono dígito em números de celular da PB começa este mês

nonodigito.jpg

Os números dos telefones celulares com código de área 83, da Paraíba, passam a ter o nono dígito no dia 31. A mudança deve atingir pelo menos 73% da população, que, segundo o IBGE, é usuária de telefonia móvel no estado.

O aviso com o cronograma de adoção do nono dígito foi publicado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no Diário Oficial da União. A partir do dia 31, o dígito nove será acrescentado à esquerda dos números atuais, que passarão a ter o seguinte formato: (83) 9XXXX-XXXX.

A mudança é obrigatória e acontece automaticamente em todos os números de celular com o DDD da Paraíba. Os planos de serviço de telefonia fixa e móvel especializado não sofrem alterações. Segundo a Anatel, os clientes devem se responsabilizar por atualizar a agenda de contatos. O saldo e a validade dos créditos pré-pago ou controle não serão alterados com a mudança.

De acordo com a agência, até 40 dias após a mudança, as ligações com oito dígitos serão completadas para adaptação das redes e usuários, e gradualmente haverá interceptações e os usuários receberão mensagens com orientações sobre a nova forma de discagem.

Passado este período, as chamadas feitas com oito dígitos não serão completadas e os usuários serão orientados a usar a nova numeração. Mensagens SMS e MMS não serão enviadas se forem usados oito dígitos. Após o dia 9 de setembro, as chamadas feitas sem o nono dígito não serão completadas e os usuários ouvirão a mensagem de número inexistente.

Além da Paraíba, os estados de Alagoas, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Piauí também terão a adoção do nono dígito em maio. Segundo a Anatel, a mudança nos códigos de acesso do serviço móvel pessoal visa aumentar a disponibilidade de números de celulares e atender à crescente demanda de novos usuários no Brasil. Atualmente, o nono dígito já foi implantado nos estados de São Paulo (DDDs 11 a 19), Rio de Janeiro (21, 22 e 24), Espírito Santo (27 e 29), Amapá (96), Amazonas (92 e 97), Maranhão (98 e 99), Pará (91, 93 e 94) e Roraima (95).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top