Hospital de Taperoá

E-mail Imprimir PDF

Maranhão autoriza conclusão do Hospital de Taperoá. Obra estava paralisada há seis anos e foi visitada pela Caravana da Reconstrução
Maranhão autoriza conclusão do Hospital de Taperoá. Obra estava paralisada há seis anos e foi visitada pela Caravana da Reconstrução

“Já arregacei as mangas para terminar essa obra o mais rápido possível”. A declaração foi feita pelo governador José Maranhão ao assinar, no final da manhã desta quinta-feira em Taperoá, a autorização para a execução do projeto de conclusão do Hospital Distrital do município, com investimento na ordem de R$ 4 milhões. A obra vai atender toda a população das cidades vizinhas - melhorando as condições básicas de saúde. Maranhão ainda assinou um contrato de Cessão de Uso do Distrito Industrial para instalação de uma Fábrica de Artefato de Plásticos, entre a Empresa KVD - Aladim Gurgel - Ltda – RN, e a CINEP.

As obras do hospital estavam paralisadas há cerca de seis anos. A expectativa é que até o final de 2009 o governo entregará toda parte física pronta. O hospital atenderá todo o Cariri Ocidental e contará com 70 leitos; consultórios ambulatoriais para todas as clínicas médicas; bloco cirúrgico; setor de Raio X e um laboratório funcionando 24hs.

A microrregião do Cariri Ocidental é uma das microrregiões da Paraíba pertencente à mesorregião Borborema. Sua população foi estimada em 2006 pelo IBGE em 114.164 habitantes e está dividida em dezessete municípios: Amparo, Assunção, Camalaú, Congo, Coxixola, Livramento, Monteiro, Ouro Velho, Parari, Prata, São João do Tigre, São José dos Cordeiros, São Sebastião do Umbuzeiro, Serra Branca, Sumé, Taperoá, Zabelê

Em janeiro deste ano, Maranhão visitou, junto com a Caravana da Reconstrução, o município de Taperoá. Na ocasião, os integrantes da caravana encontraram o hospital abandonado e esquecido pelo governo anterior. O cidadão que precisasse de atendimento hospitalar em Taperoá, tinha que ser levado para Campina Grande. O hospital foi projetado para 70 leitos e teve as obras iniciadas no Governo de José Maranhão.

“O ex-governador não abandonou apenas o hospital. Abandonou o povo de Taperoá como um todo”, comentou o prefeito Deoclécio Moura. Segundo ele, desde que Cássio assumiu o Governo e decidiu não terminar as obras do hospital, todos os bebês de mães que moram em Taperoá nascem em Campina Grande. “Taperoá não registra mais os nascimentos de bebês por falta de uma hospital-maternidade”, disse.


OUTROS BENEFÍCIOS

Na área de agricultura, o governador assinou um convênio de cooperação técnica e material, que vai implantar uma Unidade demonstrativa e capacitação em carnes caprina, ovina e seus derivados, entre a Emepa e a Prefeitura Municipal de Taperoá.

Já na área de Educação, o governador assinou a autorização das obras de recuperação e ampliação de seis Escolas Estaduais de Ensino Médio e um Ginásio de Esportes, além de assinar – na área de Esporte, um convênio firmado entre o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer e a Prefeitura Municipal de Taperoá, para reforma e ampliação do Estádio Municipal O Ribeirão.

Ainda em Taperoá, Maranhão presenciou a assinatura da ordem de serviço para conclusão do Fórum Eleitoral - pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral – TRE, desembargador Júlio Paulo Neto.

O prefeito de Taperoá, Deoclécio Moura, elogiou a preocupação do governador José Maranhão com a cidade de Taperoá ressaltando que a cidade estava realizando um sonho. “Com a vinda do governador ao nosso município, temos a certeza e a convicção que a cidade vai crescer com assinatura de todos esses convênios e principalmente com o reinicio das obras do hospital e a recuperação das escolas”.

Já o governador José Maranhão, em seu discurso, salientou que o povo de Taperoá merece respeito e atenção. “Estou aqui para marcar esse compromisso de forma definitiva. A cidade merece todos esses benefícios porque meu lema é trabalho, trabalho, trabalho e a Paraíba não pode continuar sem acreditar no seu governo”, disse.

O governador chegou ao município de Taperoá às 11h00 da manhã desta quinta-feira (23) onde se dirigiu para um palanque armado em frente ao hospital acompanhado de vários secretários de Estado, assessores, lideranças políticas, diretores de órgão e dos deputados Wilson Santiago (federal) e Carlos Batinga (estadual).


taperoa.com
Secom/PB

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar