All for Joomla All for Webmasters

Inscrições para oficinas de xilogravura e grafite de rua começam no próximo dia 20

Xilogravura e grafite de rua: a união dessas duas artes está em mais um projeto desenvolvido pelo artista plástico Arnilson Montenegro para alunos de escolas públicas de Taperoá, no Cariri paraibano. Serão realizadas duas oficinas para 20 alunos entre 14 e 25 anos, matriculados na rede pública de ensino.

As inscrições serão realizadas de 20 a 29 deste mês na Escola Estadual Melquíades Vilar, onde acontecerão as oficinas entre de 6 de junho e 29 de julho. O projeto se chama A Xilogravura do Cordel e o Grafite das ruas: pintando e gravando na cidade de Taperoá e é patrocinado pelo Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes).

Na primeira oficina, os estudantes terão aulas práticas de xilogravura, técnica na qual se utiliza madeira como matriz para reproduzir a imagem gravada sobre papel. Na segunda, eles aprenderão a técnica do grafite, um tipo de inscrição feita em paredes.

“Essa será a quinta oficina de xilogravura que realizaremos na cidade, mas é a primeira vez que vamos juntar essas duas artes. Os jovens vão aprender a técnica milenar da xilogravura e aplicá-la ao grafite de rua, o que dará um resultado muito bacana”, disse Arnilson Montenegro, responsável pela oficina de xilo. Já a oficina de grafite será ministrada por Jones (de Taperoá), Esponja e DJ Joh (ambos de Campina Grande).

Painés – Os alunos deverão criar cinco painéis misturando as duas técnicas. Um deles ficará na escola Melquíades Vilar e os outros serão distribuídos pela cidade, em locais que ainda serão definidos. Os trabalhos serão expostos na feira livre de Taperoá num evento que contará com apresentações culturais.

Paula Brito – Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top