All for Joomla All for Webmasters

Livros revelam – A Pedra do Reino

Livros revelam o processo de criação de A Pedra do Reino

Lançamentos da Editora Globo reúnem diários de filmagem, fac-símile de roteiro e registro fotográfico dos ensaios e filmagens da microssérie A Pedra do Reino

Livros revelam o processo de criação de A Pedra do Reino

Lançamentos da Editora Globo reúnem diários de filmagem, fac-símile de roteiro e registro fotográfico dos ensaios e filmagens da microssérie A Pedra do Reino

Para filmar A Pedra do Reino, microssérie de Luiz Fernando Carvalho, uma grande estrutura foi armada em Taperoá, no sertão da Paraíba, cidade onde Ariano passou sua primeira-infância e que ambienta sua literatura. Um complexo trabalho de produção permitiu que mais de cem pessoas se instalassem em Taperoá por três meses, que uma cidade cenográfica de dois mil metros quadrados fosse montada e que os ateliês de criação funcionassem a pleno vapor com talentos garimpados na própria cidade e arredores – atores, artistas plásticos, bordadeiras, costureiras, artesãos e marceneiros.

Simultaneamente à exibição da microssérie na TV Globo, a Editora Globo traz às livrarias o fascinante relato dessa experiência, a partir do olhar dos principais envolvidos no trabalho – elenco e equipe de criação.

Intitulado apenas como “A Pedra do Reino”, o lançamento editorial é composto de dois volumes autônomos, que podem ser comprados separadamente. O primeiro volume está organizado na forma de seis livretos, acondicionados em estojo ilustrado. Cinco deles são os fac-símiles dos roteiros de filmagem de Luiz Fernando Carvalho, repletos de anotações, desenhos e comentários rabiscados pelo diretor durante as filmagens, que oferecem ao leitor uma visão íntima do processo de criação. O roteiro de A Pedra do Reino é de Bráulio Tavares, Luís Alberto de Abreu e Luiz Fernando Carvalho.

O sexto livreto contém os diários do diretor, do elenco e da equipe, espontaneamente criados durante os períodos de ensaios e filmagens. Através de uma organização sensorial dos desenhos, declarações e fotos pessoais, o leitor saberá como se deu o processo de criação com os talentos locais que resultou em uma aventura tão fantástica e poética quanto o universo de Ariano Suassuna. O livro também reproduz parte do manuscrito do autor paraibano que, entusiasmado com a realização da minissérie, retomou sua obra publicada em 1971 e criou desfechos para alguns personagens.

O segundo volume de “A Pedra do Reino” é dedicado às fotografias de Renato Rocha Miranda, fotógrafo da Central Globo de Comunicação. Internamente, ele se desdobra em dois livros conjugados: um com o registro em preto e branco do minucioso trabalho de preparação dos atores; outro com a documentação em cor das filmagens.

Considerada pelo próprio Ariano Suassuna como sua principal obra, o “Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta” é narrado pelo protagonista Pedro Diniz Ferreira Quaderna. Ao ser preso por autoridades do Estado Novo em Taperoá, ele escreve sua epopéia a partir das histórias de seus ancestrais. Esse é o mote para Suassuna percorrer a cultura sertaneja e brasileira, fortemente influenciada por tradições ibéricas e medievais.

Com a adaptação de A Pedra do Reino, a TV Globo inaugura o projeto Quadrante, que abre espaço para produções de teledramaturgia, sempre inspiradas em obras da literatura brasileira. Idealizador e entusiasta do conceito central do Quadrante, Luiz Fernando Carvalho afirma: “Trata-se de uma tentativa de um modelo de comunicação, mas também de educação, onde a ética e a estética andam juntas. Estou propondo, através da transposição de textos literários, uma pequena reflexão sobre o nosso país”.

A Pedra do Reino, produção da TV Globo com co-produção executiva da Academia de Filmes, estréia na terça-feira, dia 12 de junho, e será exibida em cinco capítulos, até o sábado, dia 16 de junho. Na terça-feira, a microssérie vai ao ar logo após o Casseta&Planeta; na quarta, será exibida após o Futebol; na quinta, após A Grande Família; e na sexta, após o Globo Repórter. No sábado, o último capítulo vai ao ar logo depois da novela Paraíso Tropical.

Ficha Técnica:

ESTOJO

Caderno de filmagens:

Título: A Pedra do Reino

Com base na obra de Ariano Suassuna

Texto: Luiz Fernando Carvalho, Luís Alberto de Abreu e Braulio Tavares

Gênero: Microssérie/dramaturgia
Editora: Globo
Número de páginas: Cinco cadernos de filmagens, totalizando 296 páginas.

Diário de elenco e equipe:

Título: A Pedra do Reino

Com base na obra de Ariano Suassuna

Organização: Lilian Arruda (coordenação, texto e reportagem) e Carla Madeira, com colaboração de Camila Azevedo

Supervisão Editorial: Edna Palatnik

Gênero: Microssérie/dramaturgia/fotografia
Editora: Globo
Número de páginas: 96 páginas

Preço do estojo: R$76,00 (Cadernos e diário).

LIVRO DUPLO DE FOTOS

Título: A Pedra do Reino
Com base na obra de Ariano Suassuna

Apresentação: Marcos Ribas

Depoimentos: Elenco e equipe

Fotografia: Renato Rocha Miranda
Gênero: Microssérie/dramaturgia/fotografia
Editora: Globo
Número de páginas: Livro duplo de fotos com 176 páginas

Preço: R$49,00

taperoa.com
Central Globo de Comunicação
Mais informações: www.globo.com/quadrante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top