All for Joomla All for Webmasters

“MuriçocAriano” desfila nesta quarta-feira

muricocariano.jpg

Com o slogan “MuriçocAriano”, o bloco carnavalesco mais antigo da Paraíba, o Muriçocas do Miramar, presta este ano uma homenagem ao dramaturgo e escritor paraibano Ariano Suassuna, no 29º desfile da história da agremiação, nesta quarta-feira(11), no corredor da folia na Avenida Epitácio Pessoa. A concentração começa a partir das 19h na Praça das Muriçocas, no Miramar, com o show no palco principal do grupo Nação Maracahyba. A ala dos estandartes que marca saída do bloco será pontualmente às 21h. Em seguida o ritual é marcado pelo canto mágico e emocionante quando a multidão ‘canta a capela’ junto com o Mestre Fuba o clássico Hino das Muriçocas. A partir daí começa oficialmente a descida dos mais de 300 mil foliões com destino à Praia de Tambaú, com parada obrigatória em frente ao camarote da folia.

Assim como o Mestre Ariano propagava, a agremiação este ano pretende valorizar e dar ainda mais espaço na avenida aos grupos de cultura popular como tribos indígenas, orquestras de frevo, ala ursas, grupos de maracatu, escolas de samba, além de artistas que buscam fortalecer ao longo de suas trajetórias a cultura nordestina como Alceu Valença, Mestre Fuba, Lucy Alves e Os Gonzagas, todos animando os trios elétricos com repertórios com o mais puro frevo e ritmos de maracatu.

É com esse sentimento que a expectativa é de mais uma vez bater recorde de foliões. O bloco criador do projeto Folia de Rua, que sempre desperta o espírito lúdico e criativo das fantasias, de alegria e paz entre grupos de amigos e de famílias, demonstra mais uma vez a preocupação de fortalecer e manter viva as tradições culturais, como tanto defendia o homenageado: “arte pra mim não é produto de mercado. Podem me chamar de romântico. Arte pra mim é missão, vocação e festa”, dizia Ariano.

Alceu e seus ritmos – Valença consegue utilizar a guitarra com baixo elétrico e, ainda, o sintetizador eletrônico nas suas canções. Alceu é infinito e sempre surpreende quando menos se espera. “Por isso, apesar de já ter participado anteriormente do desfile das Muriçocas, Alceu é Alceu e sempre supera qualquer expectativa . Alceu deve naturalmente entoar durante o percurso da festa e folia todos os seus maiores clássicos como Diabo louro, Tropicana, Bom demais. E nós não temos dúvidas de que vai ser bom demais”, reverencia o criador do bloco, mestre Fuba.

José Neto, diretor de marketing do bloco, explica a conexão entre Ariano e Alceu, que motivou os organizadores pela escolha do artista: “Alceu encarna a essencialidade rítmica pela qual Ariano tanto prezava, em maracatus e toda a musicalidade característica do Nordeste”, ressalta.

A nossa voz – A multi-instrumentista paraibana que se destacou no programa The Voice Brasil, Lucy Alves, estreou no corredor da folia animando um trio elétrico no bloco Muriçocas do Miramar em 2014, e conseguiu levantar os foliões que tiraram o pé do chão ao som de muito frevo sanfonado, pois além de tocar sanfona, Lucy também mostrou que toca muito guitarra baiana. Mais uma vez a cantora promete tocar, o inusitado “pau-elétrico” e levar um naipe de metais que ela chama de “frevo sanfonado”, pegando emprestado o título da canção do ídolo Sivuca. Lucy disse que preparou um repertório especial para o desfile das “Muriçocas”, o que segundo ela, não foi difícil, pois durante toda vida ouviu muito frevo.

Mítica – Outro momento aguardado é quando é apresentado em público o estandarte, por se tratar não apenas de mais uma alegoria, mas de uma obra de arte produzido sempre por artistas plásticos. O estandarte do bloco para este ano, por exemplo, vem das mãos do neto de Ariano Suassuna, Lucas Suassuna Wanderley, jovem pernambucano pertencente a terceira geração de artistas do clã do dramaturgo . O estandarte já está pronto pra sair na avenida, mas para não quebrar a mítica de quase três décadas, só será visto no desfile da agremiação.

Já a arte da camiseta deste ano ganhou a assinatura de outro talento das artes plásticas e que tem o universo de Ariano como fonte inspiradora de suas obras, único artista plástico empossado na Academia Paraibana de Letras, Flávio Tavares. A camiseta está à venda na Praça das Muriçocas ao preço de R$ 25,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top