All for Joomla All for Webmasters

Pacto Novo Cariri

Municípios do Cariri discutem ações para a região

Discutir prioridades e projetos que estimulem o crescimento econômico e social do Cariri Paraibano. Municípios do Cariri discutem ações para a região

Discutir prioridades e projetos que estimulem o crescimento econômico e social do Cariri Paraibano. Esse é o objetivo de uma série de encontros que o Sebrae e instituições parceiras estão realizando entre os municípios da região. Na semana passada, dia 18/04/2008, representantes de 22 municípios e cinco órgãos públicos iniciaram as discussões sobre a temática que têm como meta final a elaboração de um plano de desenvolvimento para o Cariri.

No encontro da semana passada, realizado na agência do Sebrae em Campina Grande, foram discutidas e avaliadas as ações desenvolvidas por cada instituição no Cariri. Diante desse cenário, tiveram início os debates para definirem o que deve ser implantado para fortalecer a governança e a sustentabilidade da região. "É importante unir os pensamentos de cada entidade para criar coisas maiores, melhorando conhecimento, aumentando o compromisso e injetando otimismo nas pessoas", avalia o presidente da Amcap, José Carlos.

O encontro consiste numa das etapas que se segue a realização de 34 seminários municipais no Cariri em 2007, dentro das ações do programa Pacto Novo Cariri. Os próximos passos para a construção do plano de desenvolvimento do Cariri serão dados no dia 29, quando serão abordados temas como infra-estrutura, educação, empreendedorismo e inovação, para instituições como a Telemar, o Ministério de Minas e Energia, a Seplag, UEPB, UFCG e demais entidades.

Sugestões

Entre as sugestões propostas, no encontro em Campina Grande, está a do prefeito de Barra de Santana, Manoel Andrade, para a interligação rodoviária entre o Cariri Oriental e o Cariri Ocidental, unindo a BR 104 às BRs 402 e 230, para interligar o Cariri com o estado de Pernambuco. "É um passo muito importante no desenvolvimento econômico da região, e apenas através dos movimentos organizados é possível conseguir os objetivos e melhorar a qualidade de vida da região", aponta. A sustentabilidade ambiental no Cariri também entrou na pauta dos debates, além da transposição das águas do rio São Francisco.

Para Alice Monteiro, representante do Fórum de Cultura e Turismo do Cariri, a partir da discussão dos articuladores e agentes governamentais sobre meio ambiente e contexto rural é possível tomar um norte e saber onde e o que deve e precisa ser melhorado em cada município. "Uma gestão coerente usa bem os recursos do município, e isso se torna essencial quando se fala em turismo, já que ele não funciona sem o meio ambiente", argumenta.


taperoa.com
Samuel Dias
Sebrae Paraíba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top