All for Joomla All for Webmasters

Palma em debate

Paraíba sedia congresso internacional sobre as diversas utilidades da palma.

De cultivo predominante em regiões de clima árido e semi-árido, a palma é uma das espécies de cacto mais conhecidas no Nordeste brasileiro e, por meio de avanços tecnológicos, vem rompendo barreiras e demonstrando versatilidade.

Paraíba sedia congresso internacional sobre as diversas utilidades da palma.

De cultivo predominante em regiões de clima árido e semi-árido, a palma é uma das espécies de cacto mais conhecidas no Nordeste brasileiro e, por meio de avanços tecnológicos, vem rompendo barreiras e demonstrando versatilidade.

Usualmente cultivada para a alimentação de animais rurais, o produto agora ganha as prateleiras de mercados com uma variedade de derivados.

Suco, iogurte, mousse, gelatina, xampu, creme hidratante. São alguns dos produtos desenvolvidos a partir da palma e que representam a cada dia uma força maior na economia mexicana, país pioneiro no aproveitamento da planta e nas inovações tecnológicas para a industrialização desses produtos.

O interesse em discutir as diversas utilidades da palma no Brasil traz à Paraíba o VI Congresso Internacional de Palma e Cochonila, em outubro. Nesta última quinta-feira, dia 25, a Federação da Agricultura e Agropecuária da Paraíba (Faepa), em parceria com o Sebrae Paraíba e a UFPB, realizou o lançamento oficial do congresso, abrindo suas inscrições e apresentando seus objetivos e programação. Apóiam o evento o Governo do Estado, a Food Agriculture Organization (FAO) e o Senar.

Esta é a primeira vez que o evento de porte mundial ocorre no Brasil. Previsto para ocorrer dos dias 22 a 26 de outubro no Hotel Tambaú, em João Pessoa, o congresso deverá reunir produtores, pesquisadores, empresários e estudantes para um intercâmbio de informações técnicas e científicas em torno dos potenciais da palma.

Será debatido o tema "Produção da palma e de outras cactáceas nos diferentes ecossistemas do mundo: desafios e avanços tecnológicos". Questões como o aproveitamento da planta como matéria-prima para a produção medicinal, de cosméticos e até como biocombustível são alguns dos assuntos que deverão ser discutidos.

Potencial econômico – Em sua fala de apresentação do congresso, o presidente da Faepa, Mário Borba, explicou que o evento pretende reunir pesquisadores do mundo inteiro em prol de uma mudança de visão em torno das finalidades da palma. "Sempre procuramos trazer alternativas econômicas para a região Nordeste e cremos que este é um grande potencial", comentou.

Pedro Aurélio Mendes, diretor técnico do Sebrae Paraíba, considera que a palma como atividade econômica no Estado ainda pode gerar muito emprego e renda. Segundo ele, é fundamental uma mudança do pensamento tradicional de que a planta só serve para a forragem do gado e demais animais rurais.

Tendo em vista sua larga utilização não apenas no Nordeste brasileiro, mas também em países como o México, a Espanha e a Itália, o congresso internacional pretende levar ao conhecimento dos participantes técnicas de aperfeiçoamento de cultivo, manejo e usos da planta, promovendo um desenvolvimento sustentável das regiões que possuem lavouras.

Junto com o cultivo da palma, vêm os cuidados com as possíveis pragas e os benefícios que os agricultores podem tirar delas. É o caso da cochonilha, uma espécie de inseto originário do México que pode ser aproveitado na produção de corantes vermelhos e que também estará entre os temas estudados no Congresso.

Inscrições – O Congresso inscreverá trabalhos científicos para apresentação e terá uma exposição de produtos ou atividades relacionadas com a palma. Dentro da programação, os participantes também poderão fazer uma visita técnica a campos de palmas e a uma feira de caprinos e ovinos nas cidades de Taperoá de Juazeirinho.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (83) 3222-5144 e (83) 3241-2544. As inscrições para o evento somente poderão ser feitas pela internet, no site www.cactuspearcongress2007.com

taperoa.com
Karoline Zilah (Sebrae/PB)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top