All for Joomla All for Webmasters

Portaria do juiz de Taperoá provoca revolta nos comerciantes e jovens.

Desde os chamados “Caras Pintadas”, os quais muitos dizem que foram personagens fortes para a retirada de Fernando Collor de Mello da Presidência da Republica, não vemos mais nenhum grande movimento político desses cidadãos brasileiros.

Pois bem, a pequena cidade de Taperoá se deparou com uma crise sem precedentes entre os Poderes Judiciários e Legislativo por conta de uma Lei Municipal Nº. 019/2009 em conjunto com uma Portaria Nº. 003/2010 do Meritíssimo Juiz daquela comarca. A polêmica se instalou depois que os comerciantes se uniram e foram até a Câmara Municipal protestar contra alguns excessos que segundo eles há na referida Lei e que em alguns artigos a Lei determina que todos os comerciantes, bares, casas de shows e similares fechem suas portas a partir das 22:00 horas e que crianças e menores de idade não saiam de casa sem acompanhantes.

Os donos desses estabelecimentos muito revoltados alegam que a cidade está sendo prejudicada, falam que a única opção de lazer do povo é justamente os pequenos eventos e lanchonetes , que geram empregos, pagam seus impostos e que querem trabalhar. Sob a liderança dos jovens Hélio Rodrigues e Jânio Silva um movimento jovem se deslocou até a TAPEROÁ FM rádio local da cidade para protestar, alegam que o Turismo da cidade está sendo prejudicado, as bandas locais não vão obter mais incentivos e falaram que a quantidade de emprego gerada é considerável e que a cidade depende disso para melhorar seu desenvolvimento e seu Turismo.

Araujo Fernandes mais conhecido como Osmano (foto) administrador do Creta Clube representando os comerciantes na Câmara dos Vereadores de Taperoá.

Em contato com a rádio local a Presidência da Casa Corsino de Farias disse que vai criar uma comissão com os vereadores e todos os interessados e que nessa quarta feira vai marcar uma audiência com o Juiz para que ambos possam chegar a um entendimento quanto da alteração da Lei.

O Juiz é o mesmo que publicou uma portaria no dia 09 de junho do ano de 2009 decretando toque de recolher para menores de idade, o próprio Tribunal de Justiça da Paraíba na pessoa do Desembargador Nilo Luiz Ramalho Vieira derrubou a portaria com uma liminar/mandato de segurança alegando que: “A ilação é que, inobstante, a preocupação do douto magistrado com o bem-estar da criança que é digna de elogio e demonstra a seriedade e a diligência, com que atua numa área tão nobre, mas tão difícil do direito, impedir que elas (as crianças) devidamente acompanhadas de seus pais, notadamente por ocasião dos festejos juninos, circulem livremente pela cidade é cercear direito liquido e certo.”

Os Jovens têm que voltar a gostar de política, a manifestação é um ato democrático onde muitos de nossos pais e mães lutaram no passado para conquistar contra os ditadores que mandavam no Brasil. Valorize o seu direito de manifestar a tudo que for ruim a sua pátria.

 

taperoa.com
com Hélio Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top