All for Joomla All for Webmasters

Prefeito de Taperoá denuncia descaso do Estado

Descaso
O prefeito de Taperoá, Deoclécio Moura (PSB), voltou a denunciar o descaso do Governo do Estado com a população local, no tocante ao setor de saúde pública. Segundo o prefeito, o Hospital do Estado, em Taperoá, está prestes a fechar

O prefeito de Taperoá, Deoclécio Moura (PSB), voltou a denunciar o descaso do Governo do Estado com a população local, no tocante ao setor de saúde pública. Segundo o prefeito, o Hospital do Estado, em Taperoá, está prestes a fechar. A situação é muito precária.

O hospital, segundo ele, não tem medicamentos, nem médicos, e a demanda é muito grande, já que Taperoá é uma cidade pólo. Diante do descaso, segundo Deoclécio, a Prefeitura é obrigada a mandar pacientes, diariamente, para Campina Grande. As ambulâncias do município, segundo o prefeito, não param de viajar a Campina Grande.

Obras abandonadas

O descaso maior do Governo com Taperoá, na saúde pública, segundo Deocléio, está nas obras do hospital público iniciadas pelo Governo Maranhão e que foram abandonadas pelo Governo Cunha Lima, desde janeiro de 2003, quando o atual governador assumiu.

O prefeito garante que o hospital esta quase pronto. Faltam apenas 10% das obras. O prédio está sendo deteriorado pelo tempo. Ao todo, são 81 leitos e duas salas de cirurgia. Se estivesse funcionando, atenderia à demanda de pacientes de Taperoá e de outros municípios da região. O prefeito quer que o Governo deixe as perseguições de lado e mande concluir as obras do hospital.

Rio Taperoá

O Ministério das Cidades autorizou a elaboração de um projeto re recuperação da bacia do rio Taperoá. O projeto deve conter a definição da bacia, propostas de recuperação das matas ciliares e tratamento dos esgotos residenciais (que são jogados no rio) desde o município de Taperoá, até o município de Cabaceiras.

As informações são do prefeito Deoclécio Moura. Segundo ele, a parte do projeto referente ao seu município já está pronta. Deoclécio espera que os outros prefeitos dos municípios localizado às margens do rio concluam seus projetos, para encaminhamento ao Ministério das Cidades. O projeto global de recuperação da bacia do Taperoá está orçado em cerca de R$ 5 milhões.

Segundo o prefeito, a recuperação da bacia do Taperoá proporcionará a completa despoluição do rio, que é importante afluente do rio Paraíba. O projeto também prevê a construção de estações de tratamento de esgotos, que hoje são despejados diretamente no rio. Para o prefeito, o rio Taperoá é um bem natural que precisa ser recuperado com certa urgência. "Não podemos deixar o rio morrer", disse o prefeito.

Fonte: portal correio.com.br
Da Redação do Jornal
Adelson Barbosa dos Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top