All for Joomla All for Webmasters

Prefeitura de Taperoá adere a paralização do dia 24 de setembro

prefeiturataperoa24072015.jpg

A Prefeitura Municipal de Taperoá vai fechar as portas no dia 24 de Setembro, próxima quinta, em apoio à paralisação promovida pela FAMUP (Federação das Associações de Municípios da Paraíba). O prefeito Jurandi Gouveia confirmou a adesão ao movimento após ser contatado por outros gestores municipais do estado.

Nossa equipe de reportagem foi em busca de maiores informações com o prefeito Jurandi:

“O eco de apenas uma voz gritando é pequeno, mas várias vozes juntas fazem um grande barulho, e é este pensamento que os municípios paraibanos devem têr. Esta crescente perda de receitas orçamentárias provocadas pela queda no repasse do FPM, está deixando a situação cada vez mais difícil, sobretudo para os pequenos municípios, que sobrevivem quase que exclusivamente deste recurso”, disse o prefeito Jurandi Gouveia.

“A crise está ai, batendo as nossas portas, mas o que mais me assusta é vêr a tamanha falta de compromisso com verdade de alguns, que têm a coragem de brincar com a inteligência da população, em dizer que em Taperoá não existe crise. Seria Taperoá colônia Britânica? Ou alguma cidade dos Estados Unidos?, mas o povo não é tolo, além do mais, vivemos na era da informação, não é segredo pra ninguém o atual estado econômico do país”

“Como todos vêm acompanhando, alguns municípios já não conseguem manter em dia a folha de pagamentos dos funcionários efetivos há meses, aqui em nosso município, graças a Deus temos conseguido manter rigorosamente em dia, mas nossa situação não é melhor do que a de outras cidades, eu diria até que é tão ou mais difícil, porquê tivemos de negociar precatórias de gestões passadas, onde as parcelas são de setenta mil reais até o final deste ano, e isto aliado a queda do FPM, têm nos deixado em dificuldades para manter em dia a folha de funcionários contratados e comissionados”

“Amigo, pra que todos tenham uma noção dessa crise, se compararmos o período entre janeiro a setembro do ano passado, com o mesmo período deste ano, o município recebeu a menos, quase seiscentos mil reais. Então é isto, o que posso garantir é que vamos trabalhar arduamente para ultrapassarmos esta crise, e a adesão do nosso município a esta paralização é fundamental, pois somaremos forças, e desta forma, espero que o governo federal atenda aos nossos pleitos”, concluiu o prefeito Jurandi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top