All for Joomla All for Webmasters

Programa Cisternas nas Escolas chega à zona rural de Taperoá

cisternasescolarural.jpg

As escolas rurais das comunidades de Lagoa de Onça, Acauã, Jatobá da Serra, Pedra D’água, Mineiro da Serra e Olho D’água, serão beneficiadas com o Programa Cisternas nas Escolas, uma ação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) em parceria com a Prefeitura Municipal.

O projeto-piloto foi desenvolvido em parceria com o Governo da Bahia e o Ministério da Educação (MEC) e prevê a construção de cisternas de consumo e outra para a produção de hortas em escolas municipais da zona rural no Semiárido.

A Ação Social Diocesana de Patos, uma das 30 organizações selecionadas para executarem as implementações do Projeto Cisternas nas Escolas, em parceria com a Articulação Semiárido brasileiro.

Jpeg Jpeg Jpeg Jpeg

Cada cisterna terá a capacidade de captar e armazenar até 52 mil litros de água.

Recentemente, na comunidade Jatobá da Serra, em Taperoá, foi realizado um curso de capacitação voltado para pedreiros que participarão das construções de cisternas nas escolas da comunidade.

A ação tem como objetivo principal, garantir a qualidade das construções das tecnologias, bem como capacitar novos profissionais, como forma de oferecer mais possibilidades de trabalho e renda no campo.

Assim como nos dois programas de Acesso à Água – Cisternas e Segunda Água –, o MDS investe na construção de tecnologias sociais que captam água da chuva e também na capacitação e formação de professores, alunos e famílias para a convivência sustentável com o Semiárido.

14656237_1328605357179538_623533958955879659_n 14632820_1328604987179575_6666733967899148318_n 14610901_1328604783846262_8790568861751567007_n 14702228_1328604913846249_7691437601691934578_n

A ideia do projeto Cisternas nas Escolas surgiu a partir da assinatura do Pacto Nacional Um Mundo para a Criança e o Adolescente do Semiárido assinado em 2007 pelo Governo Federal, governos estaduais e a sociedade civil organizada.

A iniciativa foi articulada pelo Fundo das Nações Unidas pela Infância (Unicef) para acelerar as ações e decisões políticas capazes de melhorar a vida de crianças que vivem nessa região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top