All for Joomla All for Webmasters

Proibição das fogueiras

Arcebispo Dom Aldo di Cillio Pagotto critica a suspensão súbita de tradição popular. Ele é a favor de uma campanha educativa, do uso de lenha que não destrua o meio-ambiente. Arcebispo Dom Aldo di Cillio Pagotto critica a suspensão súbita de tradição popular. Ele é a favor de uma campanha educativa, do uso de lenha que não destrua o meio-ambiente.

"Impor a proibição das fogueiras à população é expor ao ridículo as instituições responsáveis pela fiscalização". A afirmativa foi feita pelo Arcebispo da Paraíba, Dom Aldo di Cillio Pagotto, à cerca da proibição da realização de fogueiras, que foi determinada na última quarta-feira em Campina Grande, por decisão do promotor de Meio Ambiente da cidade, José Eulâmpio Duarte, acatada pela Superintendência da Administração do Meio Ambiente (Sudema).

O Arcebispo destacou que é a favor da diminuição gradativa da quantidade de madeira queimada com as fogueiras, mas ressaltou que não é possível ir de encontro tão diretamente a uma tradição popular.

"A igreja é a favor de uma campanha educativa, do uso de lenha que não destrua o meio-ambiente. Não podemos forçar o povo a fazer algo que já está tão arraigado às tradições. Temos que conscientizar e fazer com que, gradativamente, a população saiba que é errado desperdiçar desta maneira nossos recursos naturais. O que vai ser feito para fiscalizar, já que não há pessoal disponível. E pior, o que vai ser feito com a pessoa que acender aquela foguerinha, vai ser presa?", questionou Dom Aldo.

taperoa.com
O Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top