All for Joomla All for Webmasters

Entrega de ração animal beneficia famílias de Taperoá

A Secretaria de Estado da Infraestrutura, por meio da Defesa Civil estadual, distribuiu ração animal gratuita, na Cidade de Taperoá. A ação aconteceu nesta Quarta-Feira (23).

Para atender aos moradores do município de Taperoá e da zona rural da cidade, a equipe de Defesa Civil começou os trabalhos na manhã desta quarta. A distribuição será uma vez por semana e os beneficiários terão que estar com a vacina contra a aftosa em dia e o GTA atualizado, o número de sacos com aproximadamente 30 quilos variam de acordo com o numero de gados de cada produtor.

Para o gerente de Apoio Logístico de Defesa Civil, George Sabóia Marinho Lucio, a entrega foi realizada dentro do cronograma previsto para 2013. “ O Programa de distribuirá cerca de 10 mil toneladas nesta 2º etapa já que começamos o ano distribuindo a ração animal, nas regiões que mais sofrem com a estiagem, atendemos a uma necessidade dos moradores de vários municípios, isso é gratificante” a primeira foram 19 mil toneladas.”, comemora.

Em 2013, o programa de distribuição de ração animal gratuita do Governo do Estado vai distribuir 10 mil toneladas em mais de 120 cidades paraibanas.

Criadores do município compareceram ao Parque de Exposições da cidade e receberam as primeiras sacas de sorgo do Programa de Distribuição de Ração Animal, lançado pelo Governo do Estado. Estão sendo investidos R$ 5,5 milhões no programa que vai atender 20 mil produtores com ração gratuita para manter o rebanho nos próximos quatro meses.

O secretário de Agricultura do Município, Chiquinho Patativa que através da Prefeitura deu todo apoio logístico, informou que cada produtor pode pegar até 10 sacas vai depender do número de criação. Para isso, basta ir ao posto de distribuição com o comprovante de vacinação do rebanho contra a aftosa, quem não recebeu o benefício terá uma próxima oportunidade, pois terá outra distribuição na próxima semana. “Esse é um programa que vai beneficiar principalmente os pequenos produtores que estão perdendo seus rebanhos neste período de estiagem. Uma esperança para os criadores que muitas vezes precisam vender o seu rebanho para não vê-lo morrer”, destaca o secretário.

 

taperoa.com
mais taperoa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top