All for Joomla All for Webmasters

Vereadores de Taperoá debatem sobre situação de hospital e cobram solução

P_20160304_203807_BF.jpg

Durante a sessão realizada no dia 04 de março na Câmara Municipal de Taperoá, a preocupação com a situação de caos do Hospital Geral dominou parte dos trabalhos da Casa Legislativa, os parlamentares querem um solução definitiva.

O presidente do Poder Legislativo foi o primeiro a se manifestar através de requerimento que ganhou aprovação dos demais colegas, Macilon Melquiades quer que a direção do hospital venha a público esclarecer os acontecimentos mais recentes e que tem envolvido toda a sociedade.

Margarete Carvalho também se pronunciou, lembrou que os médicos estão com salários em atraso e que a greve desses profissionais tem se tornando uma agressão a sociedade, sobre tudo nesses tempo de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti.

O vereador Antônio Vicente lembrou que o Hospital de Taperoá jamais funcionou como deveria por conta da falta de especialidades “hoje se uma pessoa quebrar o dedo em Taperoá, ela tem que ser removida para outra cidade, se uma mulher quiser dar a luz, também precisa se deslocar, isso não faz o menor sentido”,pontua o parlamentar.

Vicente ainda relatou que recentemente uma mãe, a procura da maternidade de Patos, acabou concebendo o filho pelas estradas.

O vereador recém empossado, Geovane, afirmou que o Hospital Regional, mesmo quando está funcionando normal, é apenas um ponto de encaminhamentos para Campina Grande ou Patos, “é um PSF do grande” disse.

Ailton Paulo de Souza, ex líder do governo municipal, ressaltou que a prefeitura não tem nada haver com a crise do hospital, que o governador Ricardo Coutinho fez conversa bonita, mas depois deixou a questão de lado, finalizou afirmando que ele, juntamente com o vice prefeito Junior de Preto, estão tentando resolver a questão através da vice governadora do estado.

Ailton Paulo defendeu na tribuna da Câmara, união entre oposição e situação para resolver o problema do Hospital de Taperoá.

O vereador Severino José de Brito, lembrou que a verba que hoje o Hospital recebe é pequena para tamanha demanda de muitas cidades e que os outros municípios por sua vez, não celebram qualquer tipo de convênio com o referido hospital.

A direção da instituição de saúde, ainda não se posicionou a respeito das criticas dos vereadores.

Jpeg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top