All for Joomla All for Webmasters

Águas de Boqueirão podem inundar 9 cidades

As chuvas voltaram a castigar a Paraíba, dessa vez, com mais intensidade na região do Cariri. O resultado foi a elevação do nível de água do açude Epitácio Pessoa (Boqueirão), que até ontem à tarde, estava com uma lâmina de 2,74 metros no sangradouro. As chuvas voltaram a castigar a Paraíba, dessa vez, com mais intensidade na região do Cariri. O resultado foi a elevação do nível de água do açude Epitácio Pessoa (Boqueirão), que até ontem à tarde, estava com uma lâmina de 2,74 metros no sangradouro.

Prefeitos de nove cidades receberam comunicado de alerta da Defesa Civil do Estado para retirar mais de 30 mil ribeirinhos do Rio Paraíba, caso a lâmina continue aumentando e haja a necessidade do alargamento do sangradouro principal, pois haverá inundações. Além de Boqueirão, os municípios afetados num possível alargamento do sangradouro são: Barra de Santana, Salgado de São Félix, Itabaiana, Pilar, Cruz do Espírito Santo, Bayeux, São Miguel de Taipu e Santa Rita.

O maior índice pluviométrico de quarta-feira para ontem foi registrado no município de São João do Cariri, onde choveu 205,6 milímetros. Foram sete horas de chuva forte, que fizeram estourar o açude dos Namorados. O rompimento aconteceu durante a madrugada, levando uma grande quantidade de água para o Rio Taperoá, que nasce na Serra de Teixeira e corta os municípios de Desterro, Livramento, Taperoá, São José dos Cordeiros, Parari, São João do Cariri, Gurjão, Serra Branca e Cabaceiras, onde se encontra com o Rio Paraíba e deságua no açude Boqueirão.

Desde a manhã de ontem, uma equipe da força-tarefa do Estado, formada por representantes da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Dnocs, Defesa Civil do Estado e Secretaria de Recursos Hídricos está de prontidão no escritório do Dnocs, em Boqueirão, para monitorar o reservatório e tomar as providências necessárias em caso de emergência.

Para evitar acidentes, a Polícia Militar bloqueou o acesso ao sangradouro do açude. O diretor-técnico da Aesa, Laudízio Diniz, tranqüilizou as comunidades ribeirinhas do Rio Paraíba e explicou o que será feito em caso de aumento do nível de água do sangradouro. “Não há risco de rompimento do açude, mas se a água continuar subindo, vamos ter que fazer o alargamento do sangradouro, e, por isso, já enviamos um comunicado de alerta aos prefeitos das cidades cortadas pelo Rio Paraíba para que façam a remoção dos ribeirinhos, caso isso aconteça”, explicou Laudízio.

Para se ter uma idéia da intensidade da água, por dia, está passando no sangradouro do açude de Boqueirão o equivalente a 60% do volume total de água do reservatório, que é de mais de 411 milhões de metros cúbicos. “Em dois dias, já passou no sangradouro de Boqueirão uma quantidade de água equivalente ao açude inteiro”, comparou Laudízio.

Ele explicou por que as comportas do açude não serão abertas. “A vazão das comportas é de 2,2 metros cúbicos de água por segundo e, atualmente, a vazão de água do açude está sendo de 2.700 metros cúbicos de água por segundo. Então, abrir as comportas não resolveria o problema”, disse. Segundo Laudízio, caso o sangradouro do açude seja alargado, a vazão de água duplicará e passará dos 5 mil metros cúbicos de água por segundo. “A população pode ficar tranqüila que se isso tiver que ser feito, avisaremos com a antecedência para que os ribeirinhos possam ser retirados com segurança”, garantiu. Para isso, equipes do Corpo de Bombeiros estão de prontidão nos nove municípios para retirar as pessoas em caso de necessidade. Em Boqueirão, cerca de 700 pessoas que moram no sangradouro do açude estão ilhadas. Em 1985, a lâmina de água do sangradouro chegou a 3,40 metros. “Isso significa que ainda temos uma diferença de 66 cm, o que nos dá uma certa tranqüilidade. O problema é que novas chuvas podem ocorrer, e por isso, vamos ficar de plantão”, disse Laudízio.

taproa.com
JP

One thought on “Águas de Boqueirão podem inundar 9 cidades”

  1. Armstrongcgpb disse:

    Boqueirão sangrara quando?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top