All for Joomla All for Webmasters

Consultores no Cariri

Consultores iniciam esse mês seminários em municípios do Pacto Novo Cariri.

O objetivo é a produção de um diagnóstico da região e dos resultados de ações aplicadas no Cariri nos últimos seis anos. Gado Bravo e Caturité serão os primeiros a receberem a visita do Instituto Soma, que foi contratado para fazer a mobilização. A previsão é de que os trabalhos iniciais sejam concluídos ainda em julho e de que uma nova pactuação seja realizada. Consultores iniciam esse mês seminários em municípios do Pacto Novo Cariri.

O objetivo é a produção de um diagnóstico da região e dos resultados de ações aplicadas no Cariri nos últimos seis anos. Gado Bravo e Caturité serão os primeiros a receberem a visita do Instituto Soma, que foi contratado para fazer a mobilização. A previsão é de que os trabalhos iniciais sejam concluídos ainda em julho e de que uma nova pactuação seja realizada.

Com uma população de 9 mil habitantes e predominantemente rural – onde apenas 900 pessoas moram no Centro urbano, Barra de Santana sediou no dia 26 de maio o Seminário Regional do Pacto que serviu de ponto de partida para os trabalhos. Para o prefeito Manoel Almeida de Andrade, as perspectivas são promissoras, uma vez que o pacto consolida as articulações dos prefeitos em prol de uma região e não apenas de uma cidade.

Entre as ações divulgadas no encontro, está a linha de crédito da Caixa Econômica para os gestores públicos aplicarem na construção de casas populares. O coordenador do Programa Leite da Paraíba, Aldomário Rodrigues, sinalizou para a possibilidade do aumento do consumo pelo Governo do leite caprino. Segundo José Carlos Vidal, presidente da Associação dos Municípios do Cariri e Agreste Paraibano (Amcap), a partir de agora será iniciada uma programação de seminários com lideranças, cooperativas e associações dos municípios para reverem as prioridades para a região.

Mais Cidades

Criado em 2001, o Pacto Novo Cariri é resultado da união de municípios e entidades com foco no desenvolvimento sustentável, por meio do aproveitamento das potencialidades locais. O movimento possibilitou um importante ciclo de desenvolvimento regional, com incentivo a atividades como a caprinocultura leiteira, a agricultura familiar, o artesanato e o turismo. Uma das novidades da reorganização do pacto é a inclusão das cidades de Gado Bravo, Fagundes, Aroeiras, Queimadas, Pocinhos e Umbuzeiro aumentando para 37 os municípios atendidos.

De acordo com Julio Rafael Jardelino, superintendente do Sebrae Paraíba, é preciso rever o que já foi feito e definir os próximos passos. “No início do pacto, a discussão era a escala de produção do leite caprino e o acesso ao mercado público. Agora, talvez, o assunto a ser discutido seja a certificação dos produtos e o mercado privado”, exemplificou. Ele disse que a partir dos resultados coletados nos municípios será possível às entidades parceiras definirem prioridades.

Resultados

Para José Anastácio Rodrigues, prefeito de Livramento pelo segundo mandato, o Cariri vê hoje os resultados do pacto iniciado em 2001. “A criação da UEPB, UFPB e do Cefet era uma das propostas e políticas públicas do pacto por uma educação integrada à nossa realidade”, pontuou. O prefeito destacou ainda as produções cinematográficas, a exemplo do Auto da Compadecida, e a criação da Orquestra Sanfônica do Cariri e da Roliúde Nordestina, como sinais do crescimento da região.

Anastácio acredita que o movimento é positivo, uma vez que gera alternativas aos moradores do Cariri e também de municípios próximos. De acordo com Luiz Alberto Amorim, diretor administrativo do Sebrae Paraíba, as ações hoje defendidas pelo pacto fazem parte de uma construção que beneficiará principalmente as próximas gerações.

A caprinocultura foi uma das atividades que apresentou importantes resultados. Atualmente, são 350 mil litros/mês produzidos no Cariri, que respondem por cerca de 70% da produção de leite de cabra do estado. Uma atividade que passou a injetar meio milhão de reais mensalmente na região, beneficiando diretamente 600 famílias de produtores rurais e mais de 3 mil famílias atendidas pelos programas ‘Leite da Paraíba’, do governo do Estado e ‘Fome Zero’, do governo federal.

Parcerias

O Seminário é resultado da parceria entre a Amcap e Sebrae Paraíba, com o apoio de prefeitos, Secretária de Turismo e Desenvolvimento do Estado, Instituto do Semi-Árido, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, UEPB, Pronaf, Conab, entre os outros órgãos.

taperoa.com
Vitrine do Cariri

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top