All for Joomla All for Webmasters

Hospital Distrital de Taperoá


Foto: Hospital de Taperoá
Governador anuncia início das obras do Hospital Distrital de Taperoá
Foto: Hospital de Taperoá
Governador anuncia início das obras do Hospital Distrital de Taperoá

O governador José Maranhão viaja nesta quinta-feira (23) a Taperoá, onde assina ordem de serviço para reinício das obras do Hospital Distrital da cidade. O valor do investimento do Governo na obra é de R$ 4 milhões. Maranhão assina, também, o termo de acordo a ser celebrado entre o Governo do Estado e a Empresa KVD – Aladim Gurgel LTDA – RN, para concessão de incentivos fiscais, referentes à instalação de uma indústria de matérias recicláveis. Maranhão chega em Taperoá às 10h00.

O secretário de Saúde, José Maria de França, informou que as obras do hospital estão paralisadas há cerca de seis anos. Ele garantiu, no entanto, que até o final de 2009 o governo entregará toda parte física do hospital pronta.

O hospital atenderá todo o Cariri Ocidental e contará com 70 leitos; consultórios ambulatoriais para todas as clínicas médicas; bloco cirúrgico; setor de Raio X e um laboratório funcionando 24hs. Segundo o prefeito Deoclécio Moura, a obra é uma antiga reivindicação da população do município de Taperoá. A microrregião do Cariri Ocidental é uma das microrregiões da Paraíba pertencente à mesorregião Borborema. Sua população foi estimada em 2006 pelo IBGE em 114.164 habitantes e está dividida em dezessete municípios: Amparo, Assunção, Camalaú, Congo, Coxixola, Livramento, Monteiro, Ouro Velho, Parari, Prata, São João do Tigre, São José dos Cordeiros, São Sebastião do Umbuzeiro, Serra Branca, Sumé, Taperoá, Zabelê

Em janeiro deste ano, Maranhão visitou, junto com a Caravana da Reconstrução, o município de Taperoá. Na ocasião, os integrantes da caravana encontraram mais um hospital abandonado. A exemplo dos hospitais de Itabaiana, São Bento e Pedras de Fogo, o hospital de Taperoá deveria estar em pleno funcionamento, atendendo os habitantes de nove municípios.

Mas estava completamente abandonado e esquecido pelo governo anterior. O cidadão que precisasse de atendimento hospitalar em Taperoá, tinha que ser levado para Campina Grande. O hospital foi projetado para 70 leitos e teve as obras iniciadas no Governo de José Maranhão.

“O ex-governador não abandonou apenas o hospital. Abandonou o povo de Taperoá como um todo”, comentou o prefeito. Segundo Deoclécio, desde que Cássio assumiu o Governo e decidiu não terminar as obras do hospital, todos os bebês de mães que moram em Taperoá nascem em Campina Grande. “Taperoá não registra mais os nascimentos de bebês por falta de uma hospital-maternidade”, disse.

Em Taperoá, a “Caravana da reconstrução” presenciou o descaso do Governo anterior com o dinheiro público no parque industrial, também construído na gestão de José Maranhão. O parque chegou a funcionar, mas também foi esquecido pelo governador tucano.

Inauguração de Fórum

Ainda em Taperoá, nesta quinta-feira, o governador José Maranhão assiste também a assinatura da Ordem de Serviço para reinício das obras do Fórum Eleitoral, pelo presidente do Tribunal regional Eleitoral, desembargador Júlio Paulo Neto.

Em seguida, o governador se desloca para o Parque de Exposição de Animais da cidade e entregará a população de Taperoá um kit de beneficiamento de corte anatômico em carcaça de caprinos e ovinos cedidos pela Emepa, em regime de comodato à Secretaria do município.

taperoa.com
Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top